B I B L I O T E C A ± T Z I K I . N E T
T I T U L O :
Nova Iorque
A U T O R :
Brendan Behan
E D I T O R A :
Tinta da China
G É N E R O:
Viagens
P Á G I N A S :
152
L I N G U A :
Viagens
E T I Q U E T A S :
Viagens, Nova Iorque, USA
S I N Ó P S E :
«Excepcional e engenhoso monólogo, o livro de Brendan Behan é um solilóquio tão emotivo quanto humorístico sobre a cidade de Nova Iorque, que o autor considera (eu também) o lugar mais fascinante do mundo. Nada – diz Behan – pode comparar‑se a essa cidade eléctrica, que é o centro do universo. O resto é silêncio, flagrante obscuridade. ‘Depois de ter estado em Nova Iorque’, diz Behan, ‘qualquer pessoa que regresse a casa dar‑se‑á conta de que o seu lugar de origem é bastante escuro.’ A mim acontece‑me sempre isto quando deixo Nova Iorque e regresso à minha cidade, e este livro de Behan é em parte culpado de isso me acontecer, porque o livro deixou em mim uma estranha ‘saudade’ de bares onde nunca entrei.» — Enrique Vila‑Matas