B I B L I O T E C A ± T Z I K I . N E T
T I T U L O :
Cartas do meu Magrebe
A U T O R :
Ernesto de Sousa
E D I T O R A :
Tinta da China
G É N E R O:
Viagens
P Á G I N A S :
144
L I N G U A :
Viagens
E T I Q U E T A S :
Viagens
S I N Ó P S E :
«Apesar de grande, o barco que nos leva de Algeciras a Tânger tem a graça airosa de um pássaro, branco e abstracto. Afasta­‑se de Gibraltar, uma rocha impressionante com o nome de um guerreiro berbere, para procurar as luzes de África. A meio caminho vemos as duas costas. Acreditar­‑se­‑ia com maior evidência na mudança de continente ao atravessar os Pirenéus.»