B I B L I O T E C A ± T Z I K I . N E T
T I T U L O :
Realismo
A U T O R :
Kerstin Stremmel
E D I T O R A :
Taschen
G É N E R O:
Arte
P Á G I N A S :
None
L I N G U A :
Arte
E T I Q U E T A S :
Arte, Pintura, Realismo
S I N Ó P S E :
Este estilo de representação próximo da realidade compreende um vasto espectro de abordagens, como o neo-realismo, o realismo fotográfico, o cool realism, entre outros. Mas as suas origens, no âmbito das artes plásticas, remontam ao século XIX, quando uma tendência artística adoptou esta designação para se diferenciar dos movimentos dominantes na época. O método de representação associado a este estilo foi desenvolvido, sobretudo, pelo pintor francês Edouard Manet. Na sua evolução, o aparecimento da fotografia teve um profundo efeito sobre as obras realistas. Em geral, o Realismo e as suas diversas manifestações não possuem um conteúdo comum: no Estados Unidos, se Edward Hopper (1882-1967) representa imagens frias (como Morning Sun, de 1952), Charles Sheeler (1883-1965) produz imagens industriais (como City Interior, de 1936). Por isso, apesar da denominação “realista” e da representação do real de forma exacta e objectiva, destaca-se, entre os vários artistas, um pluralismo estilístico, associado à interpretação subjectiva da realidade.