B I B L I O T E C A ± T Z I K I . N E T
T I T U L O :
Arte Fantástica
A U T O R :
Walter Schurian
E D I T O R A :
Taschen
G É N E R O:
Arte
P Á G I N A S :
94
L I N G U A :
Arte
E T I Q U E T A S :
Arte, Fantástico
S I N Ó P S E :
Apesar do fantástico estar presente em várias tendências artísticas (nomeadamente o Surrealismo, o Dadaísmo, entre outras), apenas no século XX se pode considerar a Arte Fantástica como um género independente. É habitual definir- se esta corrente artística como um contraponto da arte convencional, mas também se pode encontrar nela uma formulação concreta do real. O fantástico é abordado nas artes plásticas, na literatura, na arquitectura, na música, no cinema e até na ciência. Nas artes plásticas, esta tendência evoluiu, ao longo do século XX, de uma visão fantástica do mundo, da natureza e do universo para uma contemplação introspectiva da pessoa, do indivíduo, do corpo e do eu. Os vários artistas que se identificam com este movimento não têm uma nacionalidade e cultura comuns: Wifredo Lam (1902-1982) é cubano, Sidney Nolan (1917-1992) é australiano, Frida Kahlo (1907-1954) é mexicana, Peter Blume (1906-1992) nasceu na Rússia e viveu nos Estados Unidos.