B I B L I O T E C A ± T Z I K I . N E T
T I T U L O :
Expressionismo Abstracto
A U T O R :
Barbara Hess
E D I T O R A :
Taschen
G É N E R O:
Arte
P Á G I N A S :
98
L I N G U A :
Arte
E T I Q U E T A S :
Arte, Abstracto
S I N Ó P S E :
Uma nova geração de artistas em Nova Iorque, nos anos 40, deu origem ao Expressionismo Abstracto, um nome e um movimento que eles próprios renegavam. Porquê? A definição de um estilo ou a caracterização do grupo limita o individualismo dos artistas, as suas diferentes interpretações e criações. Os antecedentes deste movimento artístico remontam aos anos 20 e 30 e a três momentos cruciais – o Federal Arts Project (FAP), de Franklin D. Roosevelt, e as exposições Cubismo e Arte Abstracta e Arte Fantástica, Dadaísmo, Surrealismo no Museum of Modern Art. Pela primeira vez, artistas como Willem de Kooning (1904-1997), Arshile Gorky (1904-1948), Lee Krasner (1908-1984) e Jackson Pollock (1912-1956) puderam sobreviver a partir do seu trabalho artístico, ao mesmo tempo que se influenciavam reciprocamente. Os expressionistas abstractos interessavam-se pelo subconsciente como fonte de inspiração, pelas técnicas pictóricas do Surrealismo e pela concepção da pintura como “exploração, afirmação e expressão de um mesmo”.