B I B L I O T E C A ± T Z I K I . N E T
T I T U L O :
O Caminho do Sacrifício
A U T O R :
Fritz Von Unruh
E D I T O R A :
Antígona
G É N E R O:
Romance
P Á G I N A S :
176
L I N G U A :
Romance
E T I Q U E T A S :
S I N Ó P S E :
Romance expressionista censurado na Alemanha, O Caminho do Sacrifício tem uma génese reveladora: o estado-maior alemão confiara a Fritz von Unruh a missão de fazer uma crónica da Batalha de Verdun. Porém, os superiores ignoravam que o autor era um pacifista convicto que, em vez de conceber a esperada ode ao patriotismo e à guerra, condenaria a sua monstruosidade. Composto no Verão de 1916, em Verdun, O Caminho do Sacrifício é uma sinfonia abominável da guerra em quatro andamentos, centrada num punhado de soldados alemães a caminho de um gólgota e na sua dança macabra rumo à aniquilação. As suas frases-baionetas, tão aguçadas como líricas, e um vivo expressionismo dão força a este grito plangente contra o absurdo da carnificina.