B I B L I O T E C A ± T Z I K I . N E T
T I T U L O :
Os Mutilados
A U T O R :
Hermann Ungar
E D I T O R A :
E-Primatur
G É N E R O:
Ficção
P Á G I N A S :
182
L I N G U A :
Ficção
E T I Q U E T A S :
Seculo XX, Alemanha
S I N Ó P S E :
Os Mutilados foi a obra a encabeçar a lista de livros a destruir pelo regime nazi. Em poucos anos, quando a Alemanha nazi foi derrotada, Ungar e a sua obra tinham sido apagados do panorama literário europeu quase uma década depois de ter sido louvada como uma das mais marcantes na literatura de expressão alemã. Só no final do século XX foi redescoberto. A história de um empregado bancário neurótico e socialmente inepto cuja grande ambição é a criação de uma vida controlada e sem surpresas, mas que é arrastado para o caos total, numa cadeia de eventos imprevisíveis, por vezes ridículos, por vezes tremendos. Escrito em pleno coração cultural de uma Europa sob influência das doutrinas de Freud, Os Mutilados é um romance que nos fala das nossas inseguranças e põe a nu as relações menos lícitas e raramente abordadas entre o indivíduo e a sociedade. Obra de escândalo na forma como aborda as temáticas sexuais, o livro de Ungar integra hoje o cânone da melhor literatura europeia da modernidade, é justamente reconhecido como o primeiro thriller psicológico e consegue ser tão ou mais moderno do que muito do que se escreve nos nossos dias.