B I B L I O T E C A ± T Z I K I . N E T
T I T U L O :
Debaixo do Sol
A U T O R :
Bruce Chatwin
E D I T O R A :
Quetzal
G É N E R O:
Viagens, Cartas
P Á G I N A S :
432
L I N G U A :
Viagens, Cartas
E T I Q U E T A S :
S I N Ó P S E :
Escolhidas e editadas por Elizabeth Chatwin e Nicholas Shakespeare Bruce Chatwin é um dos mais notáveis escritores britânicos dos nossos tempos, quer no romance, quer na literatura de viagem. Os seus livros tornaram-se clássicos contemporâneos e desafiam qualquer tipo de categorização: assimilam elementos de ficção, de ensaio, de reportagem, de história, de mexerico, e são inspirados ao mesmo tempo que espelham as suas incríveis viagens. Tragicamente, a sua voz narrativa foi interrompida no momento em que a encontrou. Um mês antes da sua morte, Chatwin lamentava-se: "Há tantas coisas que quero fazer." "Bruce tinha acabado de começar" - diria o seu amigo Salman Rushdie - "Só vimos o primeiro ato." Chatwin deixou um conjunto de escritos de uma frescura avassaladora, que nos permitem regressar ao seu universo: um legado de cartas e postais que escreveu à família e aos amigos ao longo da sua curta vida. Debaixo do Sol revela mais de si do que ele quis mostrar nos seus livros: o seu património; as suas finanças; as suas ambições e preferências literárias; os seus gostos; o desassossego quanto à sua orientação sexual; a procura constante do lugar certo para viver - uma súmula vívida da variedade dos seus interesses e preocupações, um registo altamente revelador de um dos maiores e mais enigmáticos escritores do século XX.