B I B L I O T E C A ± T Z I K I . N E T
T I T U L O :
A Viagem
A U T O R :
Yuichi Yokoyama
E D I T O R A :
Chili Com Carne
G É N E R O:
Banda Desenhada, Manga
P Á G I N A S :
192
L I N G U A :
Banda Desenhada, Manga
E T I Q U E T A S :
S I N Ó P S E :
Em Viagem, a questão da visualidade é directamente relacionada com a da velocidade de um percurso de comboio de três personagens, encenado com a intensidade de um spy thriller ou de um manga shonen. (...) a existir uma aproximação entre Yokoyama e as festas do Cabaret Voltaire, esta poderá reduzir-se a um interesse coincidente em expressões cosméticas de individualidade. Não é grande surpresa que um artista contemporâneo, tal como os miúdos fixes de 1916, se divirta a inventar modas. (...) Condenados ao mecanicismo de Descartes, os passageiros representam o humano apenas pela auto-evidência “plana” da sua presença e acções. O resultado é como ver o mundo pelos olhos de um extraterrestre, ou de uma abelha, para os quais a intencionalidade ou a inteligência por detrás das acções humanas serão tanto ininteligíveis como irrelevantes.